Como conseguir crédito com score baixo ou negativado

Precisa de dinheiro, mas está com o score baixo ou com o nome sujo na praça? Pois saiba que tem como conseguir crédito com score baixo ou negativado e usar esse dinheiro para conquistar sua liberdade financeira.

Isso mesmo! Muitos brasileiros vivem em constante dificuldade financeira e acumulando dividas por falta de conhecimento sobre o assunto, ou até mesmo por medo de se endividar ainda mais ao pegar um empréstimo no banco ou adquirir um cartão de crédito.

E quando estão com o nome negativado ou com um score baixo logo pensam que é impossível obter credito bancário por conta da sua condição. E mais, há ainda aqueles que veem o cartão de crédito como um grande vilão das finanças.

Contudo, pensar dessa forma é um erro!

Na verdade, qualquer pessoa pode obter crédito. Inclusive, sabendo como usar essas fontes de crédito corretamente, é possível usar o próprio crédito para gerar uma renda que ajuda no pagamento do empréstimo solicitado ou na fatura do cartão.

E nesse post, vamos mostrar tudo o que precisa saber sobre como conseguir crédito com score baixo, e de que maneira fazer esse dinheiro render. Confira!

Como como conseguir crédito com score baixo ou quando se está negativado

como conseguir crédito com score baixo

Atualmente, existem várias alternativas de crédito que podem ser relativamente vantajosas, desde que você saiba como usá-las para multiplicar seu dinheiro. E abaixo nós falaremos um pouco mais sobre elas:

· Cartão de crédito

Uma das melhores dicas sobre como conseguir crédito com score baixo é através do cartão de crédito. Algumas operadoras de crédito trabalham com um limite pré-aprovado para quem já possui o cartão.

Ou seja, você terá muita facilidade para solicitar o dinheiro emprestado. E como o valor vem descontado diretamente na fatura, você também terá mais facilidade para o pagamento.

Contudo, é importante entender as taxas cobradas, como os juros pelo valor emprestado. Além disso, é fundamental manter os pagamentos sempre em dia.

Isso porque os valores dos juros rotativos são extremamente altos e você pode acabar acumulando dívidas gigantescas se não souber gerenciar esse tipo de empréstimo.

· Como conseguir crédito com score baixo – Crédito consignado

Mais uma das alternativas de como conseguir crédito com score baixo é através do crédito consignado. O grande diferencial dessa modalidade de crédito para negativado é que você consegue ter juros e taxas diferenciados.

O crédito consignado geralmente é liberado para aposentados e pensionistas do INSS. Além disso, existem várias empresas que possuem convênios com bancos e que também oferecem esse tipo de crédito para trabalhadores.

Cada banco ou empresa trabalha com uma tabela de juros específica. O pagamento é descontado diretamente na folha de pagamento do benefício o salário.

Outra vantagem do crédito consignado é que geralmente o solicitante também pode usar um cartão de crédito consignado. E assim como as parcelas do empréstimo os valores da fatura são descontados diretamente na folha de pagamento.

Por conta disso, inclusive, que essa modalidade também exige cuidado redobrado.

· Como conseguir crédito com score baixo – Empréstimo com o FGTS como garantia

Essa é uma modalidade relativamente recente, mas que também apresenta condições muito boas para quem deseja saber como conseguir crédito com score baixo e fazer o dinheiro render. Ele funciona de maneira parecida com o consignado, mas nesse caso as parcelas não são descontadas do fundo de garantia.

Na verdade, ele é utilizado como garantia de pagamento. Ou seja, caso você não pague as parcelas elas serão descontadas diretamente do benefício.

Um dos grandes diferenciais dessa alternativa é que você tem juros mais baixos do que as demais. Além disso, os prazos também são melhores.

· Como conseguir crédito – Empréstimo com garantia em imóvel ou automóvel

Mais uma das formas de como conseguir crédito com score baixo ou estando negativado é através do empréstimo com garantia em imóvel ou automóvel. Essa é uma modalidade muito utilizada para quem deseja empreender, mas que também precisa de cautela ao ser usada.

Isso porque, ao pedir esse tipo de linha de crédito você está colocando parte do seu patrimônio como garantia. Ou seja, se você não pagar as parcelas em dia, corre o risco da instituição financeira tomar os seus bens.

Por isso essa é uma alternativa que também exige muito estudo e planejamento.

· Como conseguir crédito se torne MEI e peça um empréstimo

Mais uma das alternativas de empréstimo que você também pode conseguir estando negativado é se tornando um MEI.

Atualmente existem vários bancos e outras instituições financeiras que oferecem esse tipo de linha de crédito. Geralmente, para conseguir esse empréstimo você precisa apresentar um plano de como esse dinheiro será usado.

Logo, essa é uma alternativa muito indicada para quem deseja abrir o próprio negócio. Através dela você poderá investir tanto em produtos como em serviços para abrir o empreendimento, e até mesmo em imóveis.

5 exemplos práticos de como conseguir crédito com score baixo e usá-lo para gerar renda

Agora que você sabe como conseguir crédito com score baixo, vamos dar alguns exemplos de como você pode aplicar esse dinheiro e assim não apenas pagar o valor emprestado, mas ainda obter uma renda mensal. Confira:

1. Capitalizando o cartão de crédito

Um exemplo prático que pode te ajudar a conseguir fazer o seu crédito render é capitalizar o seu cartão de crédito. O que isso quer dizer?

Bom, ao invés de você efetuar compras diretas no cartão de credito e pagar tudo em uma só vez, você pode fazer suas compras no cartão e dividir a prazos maiores, em 12, 24, 36 ou até 48 vezes.

como conseguir crédito com score baixo

Por exemplo, você possui R$ 1.000 para comprar uma Televisão. Só que, ao invés de pegar todo esse dinheiro e pagar à vista, você utiliza o cartão e parcela sua compra em 12 vezes de R$ 100,00, separando o valor da primeira parcela. O restante, você investe em algo que possa fazer seu dinheiro render.

Digamos que você monte um empreendimento e com ele você obtém um faturamento médio de R$ 500,00 por mês. Com esse investimento, você consegue cobrir o valor da parcela e ainda terá R$ 350,00 para reaplicar no empreendimento ou até mesmo investir em outras alternativas.

2. Como conseguir crédito e gerar renda com ações pagadoras de dividendos

O mercado de ações sempre chama a atenção dos brasileiros. Não é à toa que nos últimos anos houve um crescimento drástico na quantidade de pessoas que aplicam nesse tipo de ativo.

Ele realmente pode ser uma boa alternativa para fazer o seu dinheiro render. Contudo, é preciso ter em mente que essa alternativa também exige um amplo conhecimento, uma vez que esse é o tipo de renda mensal muito volátil.

Você vai depender diretamente do andamento do mercado, e com isso precisa ficar atento a saúde econômica das empresas onde deseja investir.

Por exemplo, vamos supor que você tenha pego um empréstimo de R$ 1.500 para começar a investir, com juros mensais de 2%. Se você comprar ativos de uma empresa que tem uma rentabilidade mensal de cerca de 4%, vai conseguir cobrir facilmente o valor do empréstimo e ainda obter lucro.

Além disso, muita gente não sabe, mas ao comprar ações você também pode ganhar dinheiro pela valorização da empresa em si.

Contudo, aqui vale ressaltar que é necessário ficar de olho no prazo de pagamento de dividendos. Isso porque, boa parte das empresas faz o pagamento anualmente ou semestralmente.

Existem sim aqueles que pagam por mês, mas nesse caso é preciso ficar de olho na quantidade de ações a serem compradas de modo que você consiga obter o retorno esperado.

3. Empréstimo para fundos imobiliários

Os fundos imobiliários são uma excelente alternativa para quem deseja fazer o dinheiro do empréstimo render com mais segurança, sem ter que se preocupar com tantas variações como ocorre no mercado de ações.

Basicamente, aqui é como se você tivesse um imóvel e alugasse ele. Mas, na verdade, você está emprestando o seu dinheiro para empreendimentos imobiliários comerciais e residências se manterem.

O rendimento também varia conforme a quantidade de ativos que você possui, assim como ocorre com as ações. Vamos supor que você compre 100 cotas e que cada uma delas tenha o rendimento de R$ 1,08.

Ou seja, em um mês você terá proventos de cerca de R$ 108. Isso mês a mês e sem reinvestir o dinheiro ganho

4. Como conseguir crédito e gerar renda com revenda produtos importados

Mais uma das alternativas para quem deseja fazer o dinheiro do empréstimo render é revender produtos importados. Essa é uma excelente alternativa pois você pode ter mais de 100% de lucro facilmente.

Claro que nesse caso você vai depender diretamente da cotação do dólar. No entanto, com um bom planejamento e estudando a fundo os produtos mais rentáveis, é possível obter uma excelente margem de lucro.

Maquiagens importadas, por exemplo, possuem uma alta demanda dentro do mercado brasileiro. É possível encontrar opções vendidas facilmente por R$ 100, R$ 300 e até mais de R$ 500 reais.

Mas a compra desses produtos tem um valor bem abaixo. Você consegue encontrar produtos por valores de U$ 10 a U$, o que com o dólar em torno de R$ 5,00 ficaria entre R$ 50,00 e R$ 250,00.

É uma excelente alternativa para quem deseja fazer o dinheiro do empréstimo render, mas sem necessariamente entrar no mercado de finanças.

5. Como conseguir crédito e gerar renda com Dropshipping

O dropshipping também é uma excelente alternativa para quem deseja fazer o dinheiro render. Essa é uma modalidade de negócio online que exige baixo investimento, mas que pode gerar um excelente lucro.

Você pode usar até mesmo o próprio capital de giro para pagar as parcelas do empréstimo e assim garantir não apenas que a dívida seja paga, mas que você tenha lucro.

Basicamente nessa modalidade de negócios você irá revender produtos mas totalmente pela internet. O bacana é que existem várias plataformas onde é possível investir quantias baixas de dinheiro e obter comissões de até 60% sobre o valor do produto.

O grande diferencial desse tipo de alternativa é que você não precisa se preocupar com questões como logística e estoque. Tudo fica a cargo dos fornecedores parceiros que você irá incluir na sua loja virtual.

Como gerenciar suas finanças e fazer as contas se pagarem

Você já imaginou fazer as contas se pagarem praticamente sozinhas? Pode parecer algo impossível, mas a verdade é que existem diferentes maneiras de gerenciar a suas finanças de modo a obter condições melhores de pagamento e assim se livrar de dívidas e ainda ter dinheiro rendendo.

Confira abaixo algumas dicas:

· Utilize cashback

O cashback é uma das alternativas para garantir que suas contas se paguem. Essa modalidade funciona de forma bem simples.

Quando você faz a compra com cartão de crédito em estabelecimentos que usam essa alternativa ou até mesmo de bandeiras especificas, parte do seu dinheiro é “devolvido”.

Conforme você vai gastando você vai acumulando esse dinheiro e no futuro pode usá-lo para fazer novas compras. Além disso, existem algumas operadoras de cartão e aplicativos que até mesmo permitem que você saque o seu dinheiro.

O app PicPay, por exemplo, sempre tem promoções de cashback para seus usuários que são excelentes para quem deseja agilizar o pagamento de contas.

· Utilize o programa de pontos

Outra excelente forma de conseguir melhorar o seu score e ainda ter uma série de outros benefícios.

Eles são obtidos conforme você compra e podem ser convertidos em uma série de vantagens. Você pode, por exemplo, comprar itens usando apenas a pontuação acumulada.

Além disso, existem vários sites que dão descontos em serviços e produtos para quem utiliza o programa de pontos. Isso sem contar em diferenciais como passagens áreas mais baratas e até mesmo hospedagens.

· Programas de fidelidade

Os programas de fidelidade também são altamente indicados para quem deseja reduzir as contas.

Isso porque, através deles é possível obter descontos em vários tipos de produtos.

Tantos as operadoras de cartão como os próprios estabelecimentos oferecem esse tipo de iniciativa. Você se cadastra e sempre que fizer compras tem descontos ou pontos acumulados.

Inclusive, você pode conseguir até mesmo que gastos da sua fatura sejam abatidos.

· Faça o cadastro em programas de créditos de CPF na nota

O CPF na nota se tornou algo praticado em praticamente todo o Brasil.

E esse tipo de programa também é uma excelente alternativa para quem deseja fazer as contas se pagarem sozinhas. Isso porque, ele funciona de forma muito parecida com o cashback.

Quando você solicita o CPF na nota, posteriormente uma pequena parte do valor volta para você. E é possível usar esses créditos de várias maneiras.

Alguns estados brasileiros, por exemplo, permitem o pagamento do IPVA e até mesmo do IPTU com os créditos. Além disso, é possível sacar esse dinheiro e gastar conforme você quiser.

E sabe o que muita gente não sabe? Que não é apenas no estado onde a pessoa mora que ela pode se cadastrar.

Na verdade, você pode fazer o cadastro em todos os estados que utilizam esse tipo de dinâmica. A grande vantagem de fazer isso é que, caso você faça alguma compra em outra unidade federal, é possível obter os créditos de lá também.

Dicas para melhorar o seu score

Hoje o score se tornou o principal indicador para o consumidor. Afinal de contas, é ele que determina o seu perfil como pagador e que pode garantir as melhores condições em compras e até mesmo empréstimos.

como conseguir crédito com score baixo

Por isso, para te ajudar a conquistar a independência financeira, abaixo nós listamos algumas dicas para te ajudar:

· Peça o CPF na nota em todas as compras que você fizer

O score leva em conta vários fatores. E entre eles está o seu poder de compra.

Logo, quando você pede que coloquem o CPF na sua nota, está atrelando o gasto diretamente ao seu nome. Dessa maneira é possível aumentar esse indicador e assim conseguir condições melhores em financiamentos e empréstimos.

· Passe contas básicas para o seu nome

Mais uma das dicas para conseguir aumentar o seu score é colocar mais contas em seu nome. Dívidas recorrentes, como luz, água, internet entre outras, irão ajudar diretamente na construção de uma boa imagem de pagador.

Isso porque, no momento que as empresas percebem que você está pagando suas contas em dia, elas tendem a ter uma maior confiança.

Por isso, vale à pena passar essas contas básicas para o seu nome.

· Faça o cadastro positivo

O cadastro positivo funciona de forma muito parecida dom o SPC e o Serasa. No entanto, ao invés de apontar quais são as suas dívidas, ele mostra suas ações como bom pagador.

É como se fosse um ranking com foco exclusivo no seu perfil de pagador. E isso também contribui diretamente para aumentar o seu score.  

· Mantenha as contas no débito automático

Mais uma das alternativas para quem deseja aumentar o score é manter as contas no débito automático. Muita gente acaba gastando muito a mais do que deveria apenas por pequenos atrasos nas contas.

Além de prejudicar o seu score, isso ainda pode gerar uma verdadeira bola de neve de juros e multas por atraso.

E para evitar esse tipo de problema, o ideal é que você coloque tudo em débito automático. Dessa forma, você nunca se esquecerá de um pagamento e dificilmente vai acabar tendo alguma multa ou taxa extra.

· Planejamento antes de qualquer coisa!

Saber todas essas alternativas que existem para conseguir crédito, obter descontos no cartão de crédito, como aplicar dinheiro de empréstimo e outras informações financeiras é o primeiro passo.

Com todas essas informações em mãos é importante fazer um planejamento adequado. É por meio dele que você saberá exatamente o que deve ser feito.

Desde a quantia de dinheiro que precisa pegar até quanto precisa ter de rendimento para cobrir o valor do empréstimo e ainda garantir uma renda. Por isso, na hora de planejar não deixe de colocar algumas dicas em prática:

· Saiba quanto vai sair o empréstimo no final das contas

Muitas pessoas, na empolgação de saber que tem como conseguir crédito com score baixo acabam se esquecendo de verificar quanto ele vai sair no final das contas.

Afinal, é preciso lembrar que serão cobrados vários juros em cima do valor emprestado. Por conta disso, sempre antes de fechar o contrato para emprestar o dinheiro, solicite o CET (Custo Efetivo Total).

Nesse documento você poderá ver exatamente o que está sendo cobrando de você. Tanto o valor emprestado como os juros em cima dele.

· Avalie quanto você precisará para cobrir o empréstimo

A segunda informação que você precisa avaliar é o valor necessário para cobrir o empréstimo. Lembre-se que é essencial saber exatamente quanto você vai precisar para não acabar assumindo uma parcela que não conseguirá cobrir.

E isso é válido tanto para quem vai usar o dinheiro para investir em um negócio próprio, como para quem vai aplicar em algum outro tipo de investimento ou até mesmo usar parte da renda para fazer o pagamento.

· Avalie a melhor opção de prazo de pagamento

Outro aspecto importante que precisa ser considerado é o prazo de pagamento. Afinal de contas, é assim que você saberá exatamente quanto tempo o seu dinheiro ficará comprometido ou em quanto tempo você terá um retorno maior sobre o investimento.

Muitas vezes, compensa mais você pegar um prazo menor de pagamento e assim ter menos juros do que fazer parcelas pequenas, mas pagar muito mais. Então, não deixe de avaliar essa questão antes de solicitar o seu empréstimo.

· Tenha uma margem de emergência

Esse é um dos maiores cuidados que você precisa tomar para não acabar caindo em uma enrascada. Imprevistos sempre podem acontecer.

Seja uma conta inesperada que acabou indo para o orçamento do mês, um lucro planejado que não foi obtido, ou até mesmo uma crise no mercado.

Por conta disso, é fundamental que você tenha uma margem de emergência dentro do seu orçamento para garantir o pagamento do empréstimo ou do cartão de crédito.

Tenha em mente que se você atrasar o pagamento da parcela  ou da fatura, os juros irão transformar tudo em uma verdadeira bola de neve. Ou seja, ao invés de melhorar o seu score ou tirar o seu nome do vermelho, você só vai piorar ainda mais a situação.

Logo, sempre destine parte da sua renda mensal para criar uma reserva de emergência. Assim, caso algum imprevisto aconteça, você não será prejudicado financeiramente.

Conclusão

Tenha em mente que sempre antes de você pensar em investir, fazer um empréstimo, usar o cartão de crédito ou qualquer outra atividade financeira é necessário pesquisa e planejamento. São justamente as decisões impensadas e não planejadas que acabam fazendo muitas pessoas não conquistarem a independência financeira e ainda acumularem dívidas.

Quando você conhece as alternativas financeiras, e sabe exatamente quais os passos que deve dar, fica mais fácil alcançar os resultados esperados.

Então, agora que você sabe como conseguir crédito com score baixo ou negativado, não deixe de colocar as dicas acima em prática e assim conquistar a sua liberdade financeira. 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo